AGENDA CULTURAL

2.1.16

FALECIMENTO: Maria Ignês Martins, Araçatuba

Maria Ignês Martins - este é o sorriso que prenunciava àquela gargalhada que nunca esqueceremos no Museu Araçatubense de Artes Plásticas - rua Duque de Caxias, 29 
Faleceu hoje, 2/01/2016, MARIA IGNÊS MARTINS, a ex-funcionária do DAEA, mas atual funcionária da Secretária Municipal de Cultura. 

O corpo está sendo velado na rua Sarjob Mendes, 524, onde morava. O sepultamento será feito às 10h, amanhã, 3/01/2016, no Cemitério Recanto de Paz. 

Conheço-a dos tempos da minha participação mais efetiva na Igreja Católica. Trabalhamos juntos na organização das empregadas domésticas de Araçatuba em 1980, ela era membro da categoria antes de adentrar os portais do antigo Departamento de Água e Esgoto de Araçatuba.

Com a concessão do DAEA em 2013 e a dispersão dos funcionários pelas secretarias da Prefeitura, ela apareceu na Casa da Cultura, querendo ficar por lá, pois a nossa amizade anterior fê-la me procurar.

Assim, arrumamos-lhe uma função, no Museu Araçatubense de Artes Plásticas. Todos aprenderam a gostar dela. Lia muito. Sorriso fácil, gargalhada longa.

De repente, não mais que de repente, quando todos estavam desejando-lhe feliz 2016, ela foi internada no hospital em 31/12/2015. Que pena! O seu jeitão alegre fará falta para que levemos nosso dia a dia na Secretaria Municipal de Cultura. Que pena!

     

4 comentários:

Emília Goulart disse...

A morte nunca é esperada, menos ainda em datas festivas, certamente sera lembrada sempre com tristeza apesar da sua rizada. Meus sentimentos aos familiares essa dor me marcou em 31-12 1958 e ainda dói.
Emília Goulart

Antenor Rosalino disse...

Fiquei muito triste ao tomar conhecimento do passamento dessa amiga tão querida. Lembro-me bem do entusiasmo, do dinamismo e da singeleza que a caracterizava, desde os tempos em que trabalhamos juntos no DAEA. Por certo, ela está ao lado do Pai Eterno. Apresento as minhas condolências à família enlutada e que Deus a proteja concedendo-lhe o conforto necessário.

Andresa Martins disse...

1 - O sepultamento ocorreu em 03/01/2016 e não 2014.

2 - Minha tia foi internada no dia 29 e não no dia 31.

3 - A função dela na secretaria da cultura não foi "arrumada" e sim designada por direito pois minha tia era uma funcionária concursada. O verbo "arrumar" fez soar como se tivessem feito um favor à ela, algo que ela nunca precisou.

Helio Consolaro disse...

Andresa Martins, eu já mudei o ano. Ok!