AGENDA CULTURAL

6.6.17

Prefeito Dilador, matador de passarinhos

Ruim mesmo foi o prefeito dar uma estilingada  na cabeça da Cultura de Araçatuba, economizando em cima da Secretaria Municipal da Cultura 46,83% do orçamento municipal no primeiro quadrimestre de 2017, conforme relato da audiência pública 
Menino com Estilingue, 1947, óleo sobre tela de tecido 100X60 cm - Cândido Portinari
Hélio Consolaro*

O prefeito Dilador Borges, de Araçatuba, aos poucos vai se liberando, soltando a franga, sentindo-se à vontade no cargo. Preciso me cuidar, daqui a pouco ele vira cronista. Falar de seus próprios defeitos e erros, fazendo humor com eles é sinal de grandeza d'alma. 

Quem viveu na zona rural antiga, onde havia mata e passarinho de montão, moleque que não sabia fazer estilingue ou não enchia o embornal de munição, pelotas fabricadas com barro, a família ficava preocupada. Só matei um passarinho e fiz uma gritaria danada quando isso aconteceu, porque eu enxergava pouco de uma vista e não sabia.
Estilingue, bodoque, atiradeira, baladeira 
Não vamos querer mal o prefeito de nossa cidade por isso. No Dia do Meio Ambiente, ele usou o seu "mau exemplo" de matador de passarinho como negativo, que não pode ser imitado pelas crianças atualmente.

Ruim mesmo foi o prefeito dar uma estilingada  na cabeça da Cultura de Araçatuba, economizando em cima da Secretaria Municipal da Cultura 46,83% do orçamento municipal no primeiro quadrimestre de 2017, conforme relato da audiência pública. 

Este cronista está entendendo que é começo de governo, pois é o primeiro ano, ainda mais, primeiro quadrimestre dele, está tomando pé das coisas, mas que a coisa vai melhorar: investir mais na cultura e na arte.

*Hélio Consolaro é professor, jornalista e escritor.

4 comentários:

Andresa Martins disse...

Você tinha que ter reclamado quando o Cido Sèrio gastou dinheiro demais e endividou a prefeitura, que foi a causa dos cortes que estão ocorrendo agora. Onde você estava enquanto o Cido Sèrio promovia um verdadeiro "holocausto de passarinhos"? Ah é mesmo, você era SECRETÁRIO dele!!

Thiago Mineiro disse...

E lá se vai a cultura é a arte. Junto, as malas e maletas que assombram nosso noticiário diário

Anônimo disse...

Os tucanos pode dar estilingada e matar passarinhos a vontade os eleitores desses acha graça em tudo é assim também na esfera Federal.

HAMILTON BRITO... disse...

Matar passarinhos, arapuca, estilingue, espingardinha de cabo de guarda chuva...eita tempo bom.
Senhora Andresa, um Secretário, mesmo estando junto ao prefeito, nao pode interferir nos seus atos. O Consa era somente o Secretario da Cultura e gerenciava-a, e o fez muito bem, reconjheça-se