AGENDA CULTURAL

21.11.17

Lançamento de livro sobre Araçatuba em seus 109 anos de existência


Hélio Consolaro*

Todos os leitores moram num município, e nele, geralmente, há um grupo local de escritores, pois as pessoas fazem arte porque há em cada pessoa, sob as várias formas, a necessidade muito forte de exteriorizar o eu. Isso existe até no ato de bordar

Porém os leitores de cada município não valorizam devidamente os escritores de seu pedaço de chão, preferem ler best-sellers, escritores famosos, brasileiros e estrangeiros, deixando os livros de produção local mofando nas prateleiras.

Ter um grupo local de escritores, organizados em torno de uma entidade empenhada no desenvolvimento da literatura, é sinal de que a cidade está um pouco mais adiante de outras que nem sabem que existem escritores em seu território.  

A Academia Araçatubense de Letras é uma dessas entidades preocupadas com a literatura local e microrregional, por isso ao editar o livro “Araçaletras – Araçatuba sob vários olhares” quis reunir num só livro textos de escritores ou personalidades que escrevem sobre a cidade, como forma de comemorar os seus 109 anos em 2017.
E com este livro, a Academia Araçatubense de Letras, tendo como presidenta Yara Pedro de Carvalho, resolveu se registrar como editora na Fundação da Biblioteca Nacional (RJ) para facilitar a edição de livros de nossos escritores, porque, segundo Antônio Cândido, só há um sistema literário numa determinada área geográfica se houver escritores, editoras e leitores. 

O livro “Araçaletras – Araçatuba sob vários olhares”, será lançado no dia 25 de novembro de 2017, das 16h às 22h, na sede da Academia Araçatubense de Letras, nasceu de uma ideia que já foi edital do Fundo Municipal de Apoio à Cultura de Araçatuba, quando fui secretário municipal de Cultura, mas ninguém apresentou projeto. O objetivo era reunir textos literários escritos por araçatubenses no decorrer de seus 109 anos, cuja publicação se daria no aniversário de Araçatuba que ocorre em 02 de dezembro.

Paralelamente à organização do livro, buscamos o apoio financeiro de empresas e personalidades para viabilizar a publicação do livro, porque os sonhos precisam se concretizar. Nossos agradecimentos a quem disse “SIM” a mim ou a outro acadêmico que foi procurá-lo com ofício da nossa presidenta. A quem disse “NÃO”, não faltará a oportunidade da próxima vez.

Convidamos araçatubenses ilustres que já não moram entre nós, ou apenas que nasceram aqui, como Renato Janine Ribeiro (professor de Filosofia da USP e ex-ministro da Educação), Ayrton Salvanini (grande artista da dramaturgia brasileira); Carlos Eduardo Gabas, ex-ministro da Previdência.


Também recorremos aos primeiros araçatubenses, como Clóvis de Arruda Campos; Zuliria Martins Minicucci (poema sobre o cinquentenário de Araçatuba); crônica de Gabriel Araújo dos Santos, que foi gerente de banco em Araçatuba por vários anos, hoje é escritor e mora em Campinas. Lembramos da juventude, recorremos ao jovem poeta Igor Cassimiro

Também não nos esquecemos das letras de músicas: Hino de Araçatuba, de Sarah Barbosa e José Raab; Filho de Araçatuba, de Tião Carreiro; Luzes de Araçatuba, de Magno Martins; Tietê, de Manuela Sant’ana Trujilio; A vida tem valor, de Márcio Martins; Céus de Araçatuba, de Zé Renato Gimenes e Mário Carteado.

Não vire as costas para nossos escritores, caro araçatubense de nascimento ou por adoção, a nossa literatura precisa de você. Compareça à sessão de autógrafos.

*Hélio Consolaro é professor, jornalista, escritor, editor. Membro da Academia Araçatubense de Letras.
-->

Um comentário:

Ruy Barbosa disse...

Ruy Barbosa dos Santos: presente!