AGENDA CULTURAL

2.1.16

As mulheres do Dilador

Hélio Consolaro*

Abri uma pasta "Eleições 2016" em meu Dropbox e pus lá o segundo arquivo: Vidente prevê futuro e diz que Dilador vencerá em 2016". Aí a redação do jornal corrigiu, pois havia um pleonasmo vicioso, vidente só pode mesmo prevê o futuro, mudando para: "Vidente prevê que Dilador vencerá em 2016". 

Mas o pleonasmo vicioso revela um ato falho, a vitória dele pode ser uma volta ao passado. Como não mexo com coisas do além, fico por aqui mesmo.

Esse negócio de usar o vidente para previsões a favor de um candidato é um marketing manjado. Como disse o advogado Evandro da Silva em sua página no Facebook, se ninguém sabe ainda quem são os candidatos, a vidência fica prejudicada.

Só para o leitor que não conhece o contexto político de Araçatuba se localizar na notícia, Dilador Borges (PSDB) disputou duas vezes a prefeitura com Cido Sério (PT) e perdeu nas duas. Depois disputou a candidatura a deputado estadual por duas vezes, não ganhou em nenhuma. Apenas exerceu a suplência, em 2011, de um ano na primeira disputa.   

Primeiro indício da notícia é que a Folha da Região já tem candidato. Dias atrás, noticiou que a candidata a vice-prefeita do Dilador será mesmo Edna Flor. Quem escala o time com muita antecedência, deixa os adversários mais à vontade.

Ele, o partido dele ou a turma dele só escolhem mulher para vice: Assunta (2008) Clarice Andorfato (2012) e agora Edna Flor (2016). Certamente há alguma explicação política para isso.  

Outra certeza é que Dilador não fará alianças significativas, pois o vice já está definido. Optou pela Edna Flor quando a vereadora está num descenso de votos. Sempre era a vereadora mais votada, mas em 2012 perdeu em número de votos para Cido Saraiva, Papinha e Beatriz Nogueira. 

Por uma questão de transparência, alerto o caro leitor que este texto não é isento, nunca tive a pretensão de fazer textos neutros, fazendo parte do contexto político de Araçatuba.

*Hélio Consolaro é professor, jornalista e escritor. Secretário municipal de Cultura de Araçatuba-SP 

Um comentário:

José Hamilton Brito disse...

Uai, se é para ter ao lado um aspone, será melhor que seja mulher. Embeleza o gabinete, atenua o cheiro de homem que existe nestes lugares...dentre outras coisas