AGENDA CULTURAL

14.6.17

Meu inimigo está morrendo

Heitor Gomes*

Meu inimigo esta morrendo.
Não sei que atitude tomar,
será que peço a virgem Maria,
para um milagre realizar.


Meu inimigo esta morrendo.
Acho que vou rezar por ele.
Para que seja amparado e
Deus tenha piedade dele.

Meu inimigo esta morrendo.
É o momento de mostrar que sou bão,
vou chorar o tempo inteiro,
sentado a beira do caixão.

Meu inimigo esta morrendo.
Na morte todos viram boa gente.
Vou fazer eloqüentes retóricas,
mostrando o quanto era decente.

Pessoa séria e honesta.
Honrado e trabalhador.
Nunca prevaricou na vida
e sempre ganhou o pão com seu suor.

Meu inimigo esta morrendo.
Que ele descanse em paz.
Embaixo de sete palmos,
onde todos dirão aqui jaz.

Meu inimigo esta morrendo.
Muita lagrima vou derramar.
Todas lagrimas de crocodilo,
só para sensibilizar.

Mas que ser ignóbil eu sou,
um monstro sem coração.
Não honro a própia descendência
e nem a minha criação.

Fui criado na igreja,
confessando os pecados.
Orando pelos inimigos,
que de Cristo estão desviados.

Cristo perdoou os algozes.
Eu também o perdôo agora
De todo meu coração,
não só da boca pra fora.

Se cristo perdoou a todos.
Por que não posso fazer igual?
Perdoar esse meu inimigo e
me livrar pra sempre desse mal.

Meu inimigo esta morrendo.
Ele foi importante na minha vida.
Mostrou toda a fragilidade,
da minha existência proscrita.

Devo muito a ele,
meu inimigo infernal.
Mostrou que a minha jornada,
não teria bom final.

Conseguiu me mostrar,
que eu não era bom camarada
e tinha muitos carrapichos,
plantados na minha estrada.

Meu inimigo esta morrendo.
Acho que vou sentir saudade.
Ele fez parte da minha história,
essa é a mais pura verdade.

Meu inimigo esta morrendo.
Estou com vontade de chorar.
Meu coração esta pesaroso,
não vou conseguir segurar.

Meu inimigo esta indo embora.
Não sei o que devo sentir.
Se ódio ou amor, porque tudo faz parte,
da história que vivi.

Meu inimigo morreu,
mas a jornada continua.
Sonhando um sonho dourado
e a cabeça no mundo da lua.

Meu inimigo morreu..
não consigo mais sonhar,
vou ter que assumir a culpa,
todas as vezes que falhar.

Que saudade do meu inimigo.
Não tenho mais com quem lutar.
Preciso de um urgentemente,
para a vida recomeçar

Preciso de um inimigo.
Alguém pode me arrumar,.
não precisa ser competente,
basta saber brigar.

Preciso de um inimigo.
Que venha de qualquer lugar.
Tudo que ele precisa fazer,
é aprender a me odiar.

*Heitor Henrique Ribeiro Gomes é empresário e escritor, membro do Grupo Experimental da Academia Araçatubense de Letras

Um comentário:

Alice Mara Barbosa da Silva disse...

Gostei muito desse texto!Geralmente se escreve falando dos amigos...