AGENDA CULTURAL

8.1.19

Na família, sempre há um estressado


*Hélio Consolaro é professor, jornalista, escritor. Araçatuba-SP

Não sei, caro leitor, se já lhe disseram que em casa você é um cavalo (ou uma égua) e para "os de fora" exerce extrema finesse. 

Parece que a família é a instância onde se pode enervar, porque nela as neuras estão mais evidentes. Tudo bem, mas nada de apelar para a ignorância, quando muito, algumas palavras ásperas.         

Ou então alguém diz que a presença do fulano ou da fulana lhe dá nos nervos. E quando a grande família se reúne, alguém bebe um pouco a mais, a raiva acumulada pelo outro extravasa. 

- Cuidado no que fala, o Renato chegou! - observa alguém.

As palavras "nervo", "nervoso", "nervosismo", "nervosinho" estão caindo de moda, dando lugar ao estrangeirismo "stress" (aportuguesado: estresse).   

Pior mesmo é quando você, caro leitor, é convidado para um churrasco familiar, porque o consideram "amigo da família". 

Família grande: sete irmãs e dois irmãos na faixa acima de 40 anos. E dois deles (um irmão e uma irmã) não podem frequentar o mesmo ambiente. E nesta festa em que fui convidado, os dois estavam presentes.

Sabe qual é o motivo da implicância? Resposta: uma das irmãs se veste como se fosse "uma biscate". E no decorrer dos anos, para pirraçar, ela é cada vez mais extravagante.

O bate-boca começou com uma provocação:

- Este ambiente já foi bom. Tem gente desqualificada aqui (ressaltando o feminino) respirando o mesmo ar. Seria bom recolher as crianças.

E a irmã desbocada não deixou por menos:

 -Espantalho, sua filha outro dia foi me procurar, querendo que eu lhe passasse os figurinos de minha roupa, porque ela se acha uma marmota com suas proibições.

Os dois irmãos só não foram às vias de fato, no braço, porque a matriarca uniu forças num berro: 

- Me respeitem! Ainda sou mãe de vocês!

E o irmão, sempre com os pés mais queimados, se retirou da festa resmungando. 

Não há ninguém estressado em sua família... Não me diga... Então, caro leitor, me desculpe, você é o cara ou a cara mais nervosinho da tribo. 

Um comentário:

Adilson Hiratsuka disse...

Aconteceu algo parecido com um amigo meu , reuniram a família e teve quebra quebra kkkkk