AGENDA CULTURAL

17.9.19

Economizando cachorro


Hélio Consolaro é professor, jornalista e escritor. Araçatuba-SP

Já contei para você, caro leitor, que sou presidente da Associação dos Criadores de Pardais de Araçatuba. Basta ter o passarinho voando pelo quintal para se tornar sócio. Trata-se de uma filiação automática, sem pagar imposto sindical.

No meu quintal ponho água com açúcar para os beija-flores, uma vasilha com a água para as rolinhas. Bem-te-vi canta por lá, de vez em quando; até anum preto já andou visitando meu quintal. Como é um lugar arejado, ainda não ouvi à noite o agourento canto da coruja.  

Cabeça baixa, eu varria o quintal de manhã, quando levantei o meu chapéu e vi na forquilha do oitizeiro um gato preto com olhar de piedade, como se quisesse puxar uma conversa. Meu impulso foi rápido, vassourada no gato preto. E acertou. Pelo susto, esse vai demorar para voltar. 

Na verdade, os felinos domésticos fazem parte da fauna de meu quintal. Não sou malvado, caro leitor, a vida tem lado. Eu estou com os passarinhos, e o gato quer comê-los, então será perseguido por mim, levará vassouradas. Criador de gato é folgado, porque a sua criatura anda por todas as casas, roubam até carne da pia da cozinha. Ainda bem que nesse dia não era sexta-feira, nem o dia, 13.

Confesso, caro leitor, que nunca fiz e nem comi churrasquinho de filé-miau no meu quintal. Minhas malvadezas com os gatos, quando muito, é acertar uma vassourada. 

Estou economizando cachorro, caro leitor. A situação econômica está brava! Percebeu? Não vou arrumar um canino para perseguir os gatos do quintal, eu mesmo faço isso, só não vou latir.

16.9.19

Mais uma Experimentânea, dessa vez com a ajuda da Prefeitura de Araçatuba

Editora da Academia Araçatubense de Letras

Hélio Consolaro é professor, jornalista e escritor. Araçatuba-SP

Na terça-feira, 24 de setembro de 2019, a partir das 19h30, durante a Balada Literária, dentro da programação do Festival Literário de Araçatuba, 24 escritores do município (liderados por Maria de Fátima Florentino), o livro "Experimentânea 13" será mostrado e entregue à comunidade durante a Balada Literária no Quintal Cultural, av. Cussy de Almeida, 2088. Será um momento de muitas alegrias à literatura da Noroeste Paulista. 

Dessa vez, após passar por um concurso de escolha do Conselho Municipal de 
Políticas Culturais, a publicação foi um prêmio concedido pela Secretaria Municipal de Cultura. 




Participam do livro os seguintes escritores: Alice Silva, Ana Almeida, Cármen Sílvia, Elaine Alencar, Eliane Martos, Emília Goulart, Eric Costa e Silva, Fátima Florentino, Geórgia Ríster, Gláucia Ferreira Biagi, Hélio Consolaro, Hosanah Spíndola, Isabel Moura, José Hamilton Brito, José Valentim, Lorrani Pereira, Manuela Santana, Maria José da Silva, Marianice Paupitz, Nivanei Gomes, Reynaldo Mauá, Tito Damazo, Vicente Marcolino, Yara Pedro.



Parabéns ao prefeito Dilador Borges (PSDB) em cuja administração foi  destacando a arte e a cultura de Araçatuba-SP, encontrou os caminhos.

Compareça, caro leitor. Haverá muita música e bastante literatura. Leve um livro para sua biblioteca com os autógrafos dos escritores.




14.9.19

Morreram sem atendimento num hospital de alto padrão. Que sina!

-->

Hélio Consolaro é professor, jornalista e escritor. Araçatuba-SP

Se você, caro leitor, não estiver por dentro do incêndio no Rio de Janeiro em hospital de referência (no estado brasileiro em que tudo acontece), veja o resumo da notícia depois desta crônica, nesta página. 

Não estamos numa estação chuvosa (14/09/2019 - inverno, mas quente), tudo anda meio ressecado, até os nossos corações, então, o fogo se alastra facilmente, por meio de incêndio e por tiroteios.

Diziam os antigos que se o mundo havia terminado em dilúvio, em aguaceiro geral, com o Noé recolhendo exemplares de animais numa arca, a próxima vez o mundo terminará em incêndio. E parece que está próximo.

Pelos rostos das vítimas e dos familiares desesperados, o Hospital Badim não atendia pelo SUS. Apesar de estar instalado em prédio grande, possuía apenas 103 leitos.

Como pessoa que defende os direitos humanos, não vou classificar as pessoas pelas classes sociais, minha ideologia não permite. Qualquer pessoa precisa ser respeitada, socorrida, independente de seu status, elite ou ralé, até meus adversários.  

A situação criada pelo incêndio no manicômio criou um paradoxo. O hospital é o último recurso, mas quando o fogo invade justamente ele, matando pessoas que procuraram o último recurso? 

Já estavam num hospital de alto padrão. Morreram porque os aparelhos foram desligados. Ou saíam de lá ou os pacientes morriam carbonizados. É a limitação humana que se revela na última instância.

Participantes de uma civilização judaico-cristã, sempre queremos descobrir culpados. Talvez a culpa seja de todos nós, do modelo de viver que adotamos. Em vez de culpados, vamos resolver nossos problemas.

Incêndio no Hospital Badim: vítimas morreram por asfixia e desligamento de aparelhos


A direção do Hospital Badim – atingido por um incêndio na noite desta quinta-feira (12) – afirmou nesta sexta (13) que os bombeiros encerraram, no fim da madrugada, as buscas por mortos. Ao menos 11 corpos – todos de pacientes e idosos – foram retirados.
Por volta das 15h desta sexta, o diretor do hospital, Fabio Santoro, afirmou que o incêndio deixou 11 mortos. A mesma informação foi dada pela Defesa Civil, ainda durante a madrugada.
No início da tarde, no entanto, a Polícia Civil comunicou que 11 corpos estavam no Instituto Médico Legal (IML).


Puxões de orelhas no aniversário

Aniversariante comemora seu aniversário com muita alegria, puxando suas próprias orelhas 
*Hélio Consolaro é professor, jornalista e escritor. Araçatuba-SP
Meu aniversário está próximo. Dizem as más línguas que na velhice não se colhe primaveras, trata-se de juntar mais "um era": eu era isso, era aquilo, não sou mais nada. Nem tanto, caro leitor, estou contente comigo, tudo dentro do planejado.

Existe a crença de que 30 dias antes de fazer anos (que arcaísmo), o aniversariante vive seu inferno astral. Confesso que o meu vem depois da data natalícia, nos 30 dias posteriores. Fico até pensando que mudaram a data de meu nascimento.

Nesse período, tomo o maior cuidado: aguento desaforos, evito brigas familiares, vou para as reuniões e fico de boca calada. Não dou sopa para o azar. Até a vida voltar ao normal. 

Na verdade, o que me levou a escrever esta crônica foi ter lido num livro o rito de puxar as orelhas do aniversariante na data natalícia. Parece ser um costume europeu.

Na minha época de "pobre marré", não havia festa alguma, nem se cantava parabéns. Na roça, na minha vida de menino tabaréu (até os 12 anos de idade), essas alegrias não existiam. Esse negócio de cortar bolo, então... A americanização de nossos costumes chegou depois.

A farra era pegar o colega, ou os colegas me pegarem, e dar 10 puxões de orelha, representando os 10 anos. As orelhas ficarem  vermelhas o dia inteiro. Essa "violência gostosa" talvez fosse classificada como bullying atualmente. 

Calma lá. Não sou um velho reacionário e saudosista que  afirma estar o mundo perdido e antigamente ser tudo melhor. Estou apenas recordando um costume abandonado.

Outra coisa interessante da minha meninice era batizar os sapatos novos com pisões nos pés do contemplado. Era um sinal de pouco uso de sapatos. Eu mesmo calcei muito alpargatas rodas cuja sola esfiapava, e a molecada cortava os bigodes delas com a tesoura. Na hora de calçar sapatos novos (coisa rara), além de machucar os pés, vinham os pisões. 

Vou completar 71 anos. As minhas orelhas já não aguentam tantos puxões, ainda mais que elas cresceram na velhice, estão mais flácidas. Na data, com certeza, minhas orelhas vão sentir falta da queimação.

Mas se quiser mesmo me dar um puxão de orelha no Consa, unzinho só, acompanhado de parabéns, vou aceitar com gratidão.    

13.9.19

Mordidas não induzem câncer na boca! - Alberto Consolaro

Mordidas constantes
na mucosa não induzem
câncer bucal!
O novo sempre vem e, se resistir, passará por cima de você! O mundo de 5 anos atrás, não existe mais. Pare de falar “na minha graduação” e “no meu tempo”! O seu tempo é hoje, afinal, está vivo! Uma década é muito tempo de transformação, inclusive na forma de compreendermos as doenças.

Alguns médicos e dentistas, sites institucionais, folhetos, jornais e aulas repassam “coisas velhas” do século passado, década de 1950 a 1960, ao afirmarem: “traumatismos repetidos como mordidas na língua, bochechas e lábios podem provocar câncer bucal”. Parem! Não provocam e nem predispõem a ação de outros fatores.

Me mostrem um, apenas um, trabalho científico que evidencie traumatismos constantes como causa de câncer! Por gentileza, me mostrem um trabalho científico, apenas um, que evidencie a falta de higiene bucal, os dentes quebrados, as próteses fraturadas e os alimentos muito quentes como indutores de câncer.

Não vale “trabalhos” com expressões tipo: na “minha opinião”, na “minha experiência” ou “eu considero” que não são científicas. Científico é provado em experimentos e ensaios, fora isto são coisas de música romântica das antigas de Roberto Carlos em que se diz “palavras são palavras e nada mais!” Opinião e fé são práticas da política e religião, mas não é da ciência! Ciência requer fatos e números e não dogmas. Xô!

Contextualizando: uma pessoa com estas “causas” citadas, dificilmente tem uma alimentação saudável com menos produtos químicos, seletividade na escolha de cosméticos e produtos de higiene, e evitam fumar, ingerir bebidas alcoólicas e radiação solar. Me desculpem, mas pessoas sem estes cuidados, “coincidentemente”, não irão se prevenir do HPV que na boca, especialmente no sexo oral!

Com carinho e respeito, por gentileza, médicos, dentistas, jornais, revistas, folhetos, faculdades, sites e blogs: ao se pretender repassar uma informação verdadeira sobre câncer bucal, não copiem de velhos arquivos com mais de 5 anos. Atualizem suas fontes de informação, não façam o famoso “control C” e “Control V”. Se formou a mais de 5 anos, é claro que sua graduação não existe mais como fonte de informação, tem apenas valor histórico e afetivo!

Hoje, o câncer de boca tem causas definidas, conhecidas e evitáveis. Em quase todos os casos de câncer bucal, se pode afirmar que não houve prevenção adequada, mas existe conhecimento disponível para isto! As causas são: HPV, especialmente sexo oral, todas as formas de tabaco, bebidas alcoólicas, radiação solar, produtos químicos nos alimentos e ar respirado, cosméticos, produtos de higiene bucal e drogas. Inclui-se ainda o uso do narguilé e cigarros eletrônicos, além do estresse!

Por isto que o câncer bucal afeta cada vez mais, os mais jovens, mesmo naqueles com bocas lindas e dentes maravilhosos!


Alberto Consolaro – Professor Titular da USP FOB de Bauru - consolaro@uol.com.br



Observatório

ZIKA – Foram 250 mil casos de microcefalia no país em 2016, sendo mais prevalente no Sudeste com 91 mil casos, seguido pelo Nordeste com 76 mil. A descoberta do vírus da zika como causa e os casos com mais complicações neurológicas foram diagnosticados e pesquisados principalmente no Nordeste pelos nordestinos.

NA ÁGUA – Para explicar por que os casos com complicações eram mais frequentes no Nordeste (88,4%), pesquisadores pernambucanos e cariocas detectaram a saxitocina, ou STX, na água da região. Produzida por uma cianobactéria comum na América do Sul, sua concentração é maior quando se armazena água em época de seca!



CIÊNCIA SEM DINHEIRO!

Que não morra a esperança. É o que resta na ciência e universidade brasileira. Não há dinheiro para encerrar o ano, nem para 2020. Capes e CNPq morrem. Ciência e jornalismo têm como objetivo comum a busca constante da verdade. Interessa?

11.9.19

Programação de filmes no Cineflix - Shopping Praça Nova - Araçatuba, até 18 de novembro

-->

IT CHAPTER TWO


O REI LEÃO (D) (DUBLADO) (THE LION KING)

Classificação: 10 anos, Ano de Produção: 2019, Idioma: INGLÊS, Diretor: JON FAVREAU, Duração: 02:00

SALA 5

12/09/2019 - Quinta-Feira: 15:20h
13/09/2019 - Sexta-Feira: 15:20h
14/09/2019 - Sábado:   15:20h
15/09/2019 - Domingo: 15:20h
16/09/2019 - Segunda-Feira: 15:20h
17/09/2019 - Terça-Feira: 15:20h
18/09/2019 - Quarta-Feira: 15:20h

IT-CAPÍTULO 2 (D) (DUBLADO) (IT CHAPTER TWO)

Classificação: 16 anos, Ano de Produção: 2019, Idioma: INGLÊS, Diretor: ANDY MUSCHIETTI, Duração: 02:49 - com: BILL SKARSGARD, JAMES MACVOY, JESSICA CHASTAIN

SALA 2

12/09/2019 - Quinta-Feira: 13:50h - 17:10h - 20:30h
13/09/2019 - Sexta-Feira: 13:50h - 17:10h - 20:30h
14/09/2019 - Sábado:   13:50h-17:10h - 20:30h
15/09/2019 - Domingo: 13:50h-17:10h - 20:30h
16/09/2019 - Segunda-Feira: 13:50h - 17:10h - 20:30h
17/09/2019 - Terça-Feira: 13:50h - 17:10h - 20:30h
18/09/2019 - Quarta-Feira: 13:50h - 17:10h - 20:30h

SALA 4

12/09/2019 - Quinta-Feira: 14:40h - 18:00h - 21:20h
13/09/2019 - Sexta-Feira: 14:40h - 18:00h - 21:20h
14/09/2019 - Sábado: 14:40h - 18:00h - 21:20h
15/09/2019 - Domingo: 14:40h-18:00h - 21:20h
16/09/2019 - Segunda-Feira:     14:40h - 18:00h - 21:20h
17/09/2019 - Terça-Feira: 14:40h - 18:00h - 21:20h
18/09/2019 - Quarta-Feira: 14:40h - 18:00h - 21:20h

YESTERDAY (D) (DUBLADO) (YESTERDAY)

Classificação: 12 anos, Ano de Produção: 2019, Idioma: INGLÊS, Diretor: DANNY BOYLE, Duração: 01:56 - com: HIMESH PATEL, LILY JAMES, SHOPHIA DI MARTINO

SALA 5

12/09/2019 - Quinta-Feira: 19:40h - 22:00h
13/09/2019 - Sexta-Feira:  19:40h - 22:00h
14/09/2019 - Sábado:   19:40h - 22:00h
15/09/2019 - Domingo: 19:40h-22:00h 16/09/2019 - Segunda-Feira: 19:40h - 22:00h 17/09/2019 - Terça-Feira: 19:40h - 22:00h
18/09/2019 - Quarta-Feira: 19:40h - 22:00h

CORGI : TOP DOG (D) (DUBLADO) (THE QUEENS CORGI)


Ano de Produção: 2019, Idioma: INGLÊS, Diretor: BEN STASSEN E VICENT KETLOOT, Duração: 01:27

SALA 5

12/09/2019 - Quinta-Feira: 13:30h - 17:50h
13/09/2019 - Sexta-Feira: 13:30h - 17:50h
14/09/2019 - Sábado: 13:30h - 17:50h
15/09/2019 - Domingo: 13:30h-17:50h 16/09/2019 - Segunda-Feira: 13:30h - 17:50h 17/09/2019 - Terça-Feira: 13:30h - 17:50h
18/09/2019 - Quarta-Feira: 13:30h - 17:50h

DIVALDO - O MENSAGEIRO DA PAZ (IDIOMA ORIGINAL) (DIVALDO - O MENSAGEIRO DA PAZ)

Ano de Produção: 2019, Idioma: PORTUGUÊS, Diretor: CLOVIS MELLO, Duração: 01:58 -  com: BRUNO GARCIA, REGIANE ALVES, GUILHERME LOBO


SALA 3

12/09/2019 - Quinta-Feira: 14:00h - 16:30h - 19:10h - 21:40h
13/09/2019 - Sexta-Feira: 14:00h - 16:30h - 19:10h - 21:40h
14/09/2019 - Sábado: 14:00h - 16:30h - 19:10h - 21:40h
15/09/2019 - Domingo: 14:00h - 16:30h - 19:10h - 21:40h
16/09/2019 - Segunda-Feira: 14:00h - 16:30h - 19:10h - 21:40h
17/09/2019 - Terça-Feira: 14:00h-16:30h - 19:10h - 21:40h
18/09/2019 - Quarta-Feira: 14:00h- 16:30h - 19:10h - 21:40h

VAI QUE COLA 2 - O COMECO (IDIOMA ORIGINAL) (VAI QUE COLA 2 - O COMECO)

Classificação: 12 anos, Ano de Produção: 2019, Idioma: PORTUGUÊS, Diretor: CÉSAR RODRIGUES, Duração: 01:28 -  com: SAMANTHA SCHMUTZ, MARCUS MAJELA, CACAU PROTASIO EMILIANO DAVILA, CATARINA ABDALLA, FIORELLA MATTEIS

SALA 1

12/09/2019 - Quinta-Feira: 14:10h - 16:10h - 18:10h - 20:10h - 22:10h
13/09/2019 - Sexta-Feira: 14:10h - 16:10h - 18:10h - 20:10h - 22:10h
14/09/2019 - Sábado:   14:10h - 16:10h - 18:10h - 20:10h - 22:10h
15/09/2019 - Domingo: 14:10h - 16:10h - 18:10h - 20:10h - 22:10h
16/09/2019 - Segunda-Feira: 14:10h - 16:10h - 18:10h - 20:10h - 22:10h
17/09/2019 - Terça-Feira: 14:10h - 16:10h - 18:10h - 20:10h - 22:10h
18/09/2019 - Quarta-Feira: 14:10h - 16:10h - 18:10h - 20:10h - 22:10h