AGENDA CULTURAL

12.11.19

Reynaldo Mauá lança livros de poemas

-->
Toninho Reis*

O escritor araçatubense Reynaldo Mauá Júnior, 69 anos, lançará hoje, dia 12, o livro “Entretantoscantos”, que reúne poemas de temas diversos escritos desde a juventude até outros bem recentes. A noite de autógrafos será na casa Quintal Cultural, a partir das 20h. No dia seguinte, às 19h30, no teatro Paulo Alcides Jorge, o escritor tomará posse na Academia Araçatubense de Letras (ALL).

Apesar de “Entretantoscantos” ser o primeiro livro individual de poemas, Reynaldo Mauá Júnior tem escritos publicados em algumas coletâneas, como os “Experimentâneas 12 e 13” de 2018 e 2019, na “Antologia Poética de Pinheiros”, de 1988, que reuniu escritores do famoso bairro paulistano onde o araçatubense morava então, “Antologia Concurso Nacional de Novos Poetas”, de 2017, e “Antologia de Textos publicados na imprensa local”, de 2019.

A outra obra individual de Mauá Júnior é um livro técnico dirigido ao público acadêmico, intitulado “Planejamento Escolar: o Futuro Antecipado”, de 2018. O conteúdo do livro é o somatório da dissertação de mestrado e tese de doutorado em Educação. O escritor é matemático de formação, com especialização em Pedagogia.

O autor de “Entretantoscantos” transita por vários gêneros literários, embora tenha se iniciado com poesia, fortemente influenciado pelo indiano Rabindranat Tagore, por volta dos 12 anos de idade. Depois que tomou gosto pela escrita em versos, Carlos Drummond de Andrade e Affonso Romano Santana são suas referências.

Os primeiros poemas foram publicados na revista Cinelândia editada pelo saudoso jornalista Genilson Senche no final dos anos 1960 e distribuída gratuitamente nas portas dos cinemas. “Foi em 1968”, recorda o poeta, que é do tempo em que os jovens escreviam versinhos para as amadas: “Depois continuei escrevendo, geralmente para as namoradinhas, e só voltei a publicar nas coletâneas”. Seu apego aos versos ele atribui à formação de matemático, pois, segundo ele, tanto a métrica poética como a ciência exigem poder de síntese.

Hoje, Mauá Júnior lê de tudo e vários autores, inclusive os locais, faz questão de ressaltar. Além de “Entretantoscantos” ele tem material para outro livro de poemas, e outros escritos nos formatos de crônicas, contos e microcontos. Há dois anos passou a integrar o Grupo Experimental da Academia Araçatubense de Letras, ao qual atribui a viabilização do sonho de novos autores.

“Entretantoscantos” tem prefácio de Hélio Consolaro, foi publicado pela Editora da ALL com financiamento do “Programa de Fomento à Cultura – 2019”, da Prefeitura/Secretaria Municipal da Cultura de Araçatuba. Para obter o financiamento, o projeto de publicação da obra foi aprovado pelo Conselho Municipal de Políticas Culturais.


FICHA TÉCNICA:
Obra: Entretantoscantos
Autor: Reynaldo Mauá Júnior
Gênero: Poemas
Capa e ilustração: Raíssa Belmonte Mauá
Editora: Academia Araçatubense de Letras (AAL)
Páginas: 174
Preço: R$ 20,00
Noite de Autógrafos: 12/novembro/2019, às 20h
Local: Quintal Cultural, Rua Cussy de Almeida, 2.088, em Araçatuba
 
*Toninho Reis, jornalista, membro do Grupo Experimental

11.11.19

Não deu para varar o circo


Hélio Consolaro é professor, jornalista e escritor. Araçatuba-SP

Fui ao circo Tihany acompanhado de meu neto. Comprei o ingresso mais barato e ele não gostou muito desse seu avô pão-duro, queria plateia plus.  Nesses dois comportamentos, residem as diferenças de nossas infâncias.

Na minha infância, na falta de dinheiro, os meninos pobres varavam o circo, passávamos pelos rasgos da lona, por baixo, rente ao chão. Quando pegos, levávamos bordoadas. 

Na infância do Yuri, vovô paga o ingresso, há ar condicionado no circo. Ainda há meninos pobres, mas não existe mais jeito de varar. Vedam tudo, segurança por todos os lados.  

Na minha infância, na Araçatuba de 60 anos atrás, os circos tinham mais importância cultural, passavam pela cidade mais amiúde. Era a nossa janela para o mundo. A mocidade sonhadora acompanhava o circo, fugindo de casa, porque ele era a única saída para se fugir da mesmice de uma cidade do interior. 

Mês sem espetáculo era chato. A presença do teatro no picadeiro era obrigatória. Nos circos foram revelados muitos artistas antigos de novela, humoristas e cantores. Ele era a nossa televisão.



Há uma década, um circo mambembe se acabou em Araçatuba.  Armou-se pela última vez no prolongamento da rua Pedro Janser, com as lonas rasgadas e os artistas na mendicância. Houve até campanha em Araçatuba para arrecadar ajuda ao circo agonizante. Símbolo da cultura circense no Brasil, em decadência.

O único pecado do poder público com os circos é a cidade não ter um terreno reservado aos circos, com infraestrutura, para que se livrem do aluguel e barateiem os ingressos. Como aparece um circo de vez em quanto, os prefeitos nem se preocupam com isso.

Um circo, como o Tihany, é uma empresa como qualquer outra, tem um modelo de gestão. Durante a permanência na cidade, donos e diretores dormem em hotéis, artistas dormem nos trailers. E o pessoal para o serviço pesado é contratado na cidade. 
Consa e seu neto Yuri

Tudo muito chão, igual, mas a magia do circo se dá na hora do espetáculo. A energia de cada artista,  contribuindo com o conjunto. Não lamento a ausência dos animais, mas o trapézio é indispensável, os trapezistas me encantam. 

Na volta para casa, comentávamos os números artísticos, o encanto das apresentações, até nos esquecemos que nossos ingressos foram o mais barato. 

10.11.19

Curso sobre um dos princípios da Permacultura acontece no Sesc Birigui

Atividade de Meio Ambiente acontece entre 20 e 22 de novembro; curso está com inscrições abertas e participação é gratuita


Permacultura é um sistema para a criação de ambientes humanos sustentáveis e produtivos que se mantenham em equilíbrio e harmonia com a natureza. Ela propõe uma “cultura permanente”, ou seja, que tem como ponto de partida a permanência neste planeta em harmonia com a natureza.

O planejamento e a execução dessas ocupações humanas sustentáveis, segundo a Permacultura, deve unir, sob a ótica da ecologia, as práticas ancestrais aos conhecimentos atualizados de áreas como ciências agrárias, engenharias, arquitetura e ciências sociais.

O sistema foi criado na década de 1970, pelos cientistas australianos Bill Mollison e David Holmgren. É uma metodologia que possibilita habitar coletivamente o planeta Terra sem destruí-lo. E, para que isso seja possível, três princípios éticos direcionam a Permacultura: cuidar da terra, cuidar das pessoas e cuidar do futuro.

E um desses princípios é tema de uma das atividades oferecidas pelo Sesc Birigui neste mês. O ambientalista Thomas Enlazador coordena o curso “Design Social Permacultural: Cuidar das pessoas”, que será realizado de 20 a 22 de novembro (quarta e quinta, das 18h30 às 21h30; sexta, das 17h às 20h).

Entende-se que, se as necessidades das pessoas são supridas de maneira compassiva e simples, o ambiente em torno delas irá prosperar. Sendo assim, a autoconfiança se torna muito mais presente quando as pessoas se concentram no bem-estar não material, no Bem Viver, cuidando de nós mesmos e dos outros sem produzir ou consumir recursos materiais desnecessários.

O conceito do Bem Viver surgiu a partir de sociedades indígenas. Segundo ele, a natureza não é um objeto e nem uma fonte de recursos e matérias-primas; é um ser vivo, e é indivisível - o ser humano é parte dela.

A atividade é voltada para interessados com a partir de 16 anos. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo Portal Sesc (http://bit.ly/curso_permacultura).

Terapeuta, ambientalista, educador socioambiental pelo Bem Viver, Thomás Enlazador tem longa caminhada junto às comunidades tradicionais indígenas e anciões das Medicinas Vibracionais e dos encantos da Floresta. Percorreu inúmeros Biomas, Países e Continentes como pesquisador e difusor de Tecnologias para a Saúde e Meio Ambiente. Atua em Aldeias e comunidades de base, busca por um padrão de terapias acessíveis, eficientes e de fácil manejo. E também autor do “Almanaque para Práticas Sustentáveis”.


Serviço
Curso “Design Social Permacultural: Cuidar das pessoas”, com Thomás Enlazador
De 20 a 22 de novembro: quarta e quinta, das 18h30 às 21h30; sexta, das 17h às 20h
Local: Sala Múltiplo Uso 4 do Sesc Birigui
(Rua Manoel Domingues Ventura, 121, Vl. Xavier)
Grátis - Inscrições pelo Portal Sesc (vagas limitadas)

9.11.19

Resenha: Hedy Lamarr, mais mulher que atriz


Hedy Lamarr e a capa do livro 
Hélio Consolaro é professor, jornalista e escritor. Araçatuba-SP

A leitura do livro "A única mulher", da autora norte-americana Marie Benedict, é uma necessidade para os tempos atuais no Brasil que é governado por pessoas que preferem plantar cenouras, rabanetes e outros legumes no lugar dos jardins. Desprezam a arte. 

"A única mulher" é mais livro de biografia e menos de ficção. A narradora é a personagem biografada, os nomes fazem parte da história da humanidade. 

Hyde Kiesler era uma austríaca, judia, que, por quatro anos, foi mulher de um fabricante e comerciante de armamentos para Mussolini, Fritz Mandl. Ele o fez abandonar sua carreira de atriz de grande sucesso na Áustria. Trancando-a na prisão do casamento. 

Na condição de mulher que enfeita o marido, participou de reuniões de nazistas e fascistas. A história se passa de 1933 a 1942, no ninho do surgimento de governos autoritários na Europa e início da Segunda Guerra Mundial. 

Qualquer semelhança dessa fase do livro com o Brasil atual não é mera coincidência. Muitas reuniões e falas dos armamentistas da época se repetem na política brasileira hoje.
Marie Benedict - escritora

Mas Hyde Kiesler fugiu literalmente das prisões do casamento,  atravessou o oceano, indo morar nos Estados Unidos. Ela intuiu a tragédia que ia cair sobre a Europa. Lá, ela deixou de ser Hyde Kiesler para ser uma grande atriz de Hollywood, Hyde Lamarr.

Mas ela não era apenas uma bela mulher desejada pelos homens, a inteligência também morava em seu belo corpo. Hyde Lamar torcia para que os Estados Unidos interviessem na guerra para que a Europa se livrasse de Hitler, por isso, juntamente, com o músico compositor George Antheil (autor de Balé mecânico), apresentou um invento, que serviu de base para o celular de hoje, para soltar torpedos a distância, mas o exército norte-americano não acatou a sua invenção por ser mulher. O machismo permeava também a democracia.

Eis o que uma pessoa do exército, alta patente, lhe disse, depois de ela lutar pela audiência e ter esta resposta:

"Essa não é a única razão pela qual decidimos recusar sua proposta, srta. Lamarr. Contudo, já que tocou no assunto, devo admitir que seria difícil para nós convencer nossos solados e nossos marinheiros a usarem um sistema de armas criado por uma mulher. E não vamos tentar."


O livro "A única mulher" faz parte do clube de leitura da TAG Inéditos (em parceria com a editora Planeta), tradução de Isadora Prospero, mês de junho de 2019, 317 páginas, excelente encadernação.  

Livro de leitura fácil, mostrando a vida interior e exterior da mulher. "O livro é um testemunho importante da marginalização das contribuições de mulheres históricas, tanto em sua época como posteriormente".

Entrevista esclarecedora (áudio)

Resenha em videoclipe

Outra resenha

8.11.19

Programação de filmes no Cineflix - Araçatuba - Shopping Praça Nova, 07 a 13/11/2019

-->

Fime: Doutor Sono
MALÉVOLA - DONA DO MAL (D) (DUBLADO) (MALEFICENT:MISTRESS OF EVIL)
Classificação: 10 anos, Ano de Produção: 2019, Idioma: INGLÊS, Diretor: JOACHIM RONNING, Duração: 01:51h, com ANGELINA JOLIE, ELLE FANNING, MICHELLE PFEIFFER

SALA 2

07/11/2019 - Quinta-Feira: 16:35h - 19:05h - 21:35h
08/11/2019 - Sexta-Feira: 16:35h - 19:05h - 21:35h
09/11/2019 - Sábado: 16:35h - 19:05h - 21:35h
10/11/2019 - Domingo: 16:35h-19:05h - 21:35h
11/11/2019 - Segunda-Feira: 16:35h - 19:05h - 21:35h
12/11/2019 - Terça-Feira: 16:35h - 19:05h - 21:35h
13/11/2019 - Quarta-Feira: 16:35h - 19:05h - 21:35h

MALÉVOLA - DONA DO MAL 3D (D) (DUBLADO) (MALEFICENT:MISTRESS OF EVIL)

Classificação: 10 anos, Ano de Produção: 2019, Idioma: INGLÊS, Diretor: JOACHIM RONNING, Duração: 01:51h, com ANGELINA JOLIE, ELLE FANNING, MICHELLE PFEIFFER

SALA 2

07/11/2019 - Quinta-Feira: 14:05h
08/11/2019 - Sexta-Feira: 14:05h
09/11/2019 - Sábado: 14:05h
10/11/2019 - Domingo: 14:05h
11/11/2019 - Segunda-Feira: 14:05h
12/11/2019 - Terça-Feira: 14:05h
13/11/2019 - Quarta-Feira: 14:05h

CORINGA (D) (DUBLADO) (JOKER)

Classificação: 16 anos, Ano de Produção: 2019, Idioma: INGLÊS, Diretor: TODD PHILLIPS, Duração: 02:01h, com JOAQUIM PHOENIX, ROBERT DE NIRO, ZAZIE BEETZ

SALA 4

07/11/2019 - Quinta-Feira: 14:20h - 19:20h - 21:50h
08/11/2019 - Sexta-Feira: 14:20h - 19:20h - 21:50h
09/11/2019 - Sábado: 14:20h - 19:20h - 21:50h
10/11/2019 - Domingo: 14:20h-19:20h - 21:50h
11/11/2019 - Segunda-Feira: 14:20h - 19:20h - 21:50h
12/11/2019-Terça-Feira:14:20h-19:20h - 21:50h
13/11/2019-Quarta-Feira:14:20h-19:20h - 21:50h

CORINGA (L) (LEGENDADO) (JOKER)

Classificação: 16 anos, Ano de Produção: 2019, Idioma: INGLÊS, Diretor: TODD PHILLIPS, Duração: 02:01h, com JOAQUIM PHOENIX, ROBERT DE NIRO, ZAZIE BEETZ

SALA 4

07/11/2019 - Quinta-Feira: 16:50h
08/11/2019 - Sexta-Feira: 16:50h
09/11/2019 - Sábado:   16:50h
10/11/2019 - Domingo: 16:50h
11/11/2019 - Segunda-Feira: 16:50h
12/11/2019 - Terça-Feira: 16:50h
13/11/2019 - Quarta-Feira: 16:50h

O EXTERMINADOR DO FUTURO: DESTINO SOMBRIO (D) (DUBLADO) (TERMINATOR:DARK FATE)

Classificação: 14 anos, Ano de Produção: 2019, Idioma: INGLÊS, Diretor: TIM MILLER, Duração: 02:08h, com ARNOLD SCHWRZNEGGER, LINDA HAMILTON MACKENZIE DAVIS

SALA 3

07/11/2019 - Quinta-Feira: 19:30h - 22:10h
08/11/2019 - Sexta-Feira: 19:30h - 22:10h
09/11/2019 - Sábado: 19:30h - 22:10h
10/11/2019 - Domingo: 19:30h-22:10h 11/11/2019 - Segunda-Feira: 19:30h - 22:10h 12/11/2019 - Terça-Feira: 19:30h - 22:10h
13/11/2019 - Quarta-Feira: 19:30h - 22:10h


O EXTERMINADOR DO FUTURO: DESTINO SOMBRIO (L) (LEGENDADO) (TERMINATOR:DARK FATE)

Classificação: 14 anos, Ano de Produção: 2019, Idioma: INGLÊS, Diretor: TIM MILLER, Duração: 02:08, com: ARNOLD SCHWRZNEGGER, LINDA HAMILTON MACKENZIE DAVIS

SALA 5

07/11/2019 - Quinta-Feira: 19:10h
08/11/2019 - Sexta-Feira: 19:10h
09/11/2019 - Sábado:   19:10h
10/11/2019 - Domingo: 19:10h
11/11/2019 - Segunda-Feira: 19:10h
12/11/2019 - Terça-Feira: 19:10h
13/11/2019 - Quarta-Feira: 19:10h

A FAMÍLIA ADDAMS 2D (D) (DUBLADO) (THE ADDAMS FAMILY)


Ano de Produção: 2019, Idioma: INGLÊS, Diretor: CONRAD VERMON, GREG TIERMAN, Duração: 01:27

SALA 3

07/11/2019 - Quinta-Feira:13:30h - 15:30h 08/11/2019 - Sexta-Feira: 14:00h
09/11/2019 - Sábado:13:30h - 15:30h
10/11/2019 - Domingo: 13:30h-15:30h 11/11/2019 - Segunda-Feira: 13:30h - 15:30h 12/11/2019 - Terça-Feira:  13:30h - 15:30h
13/11/2019 - Quarta-Feira: 13:30h - 15:30h

A FAMÍLIA ADDAMS 3D (D) (DUBLADO) (THE ADDAMS FAMILY)


Ano de Produção: 2019, Idioma: INGLÊS, Diretor: CONRAD VERMON, GREG TIERMAN, Duração: 01:27h

SALA 3

07/11/2019 - Quinta-Feira: 17:30h
08/11/2019 - Sexta-Feira: 17:30h
09/11/2019 - Sábado:   17:30h
10/11/2019 - Domingo: 17:30h
11/11/2019 - Segunda-Feira: 17:30h
12/11/2019 - Terça-Feira: 17:30h
13/11/2019 - Quarta-Feira: 17:30h

LINK PERDIDO (D) (DUBLADO) (MISSING LINK)


Classificação: 10 anos, Ano de Produção: 2019, Idioma: INGLÊS, Diretor: CHRIS BUTLER, Duração: 01:33h

SALA 5

07/11/2019 - Quinta-Feira: 13:25h - 15:20h - 17:15h
08/11/2019 - Sexta-Feira: 13:25h - 15:20h - 17:15h
09/11/2019 - Sábado: 13:25h - 15:20h - 17:15h
10/11/2019 - Domingo: 13:25h-15:20h - 17:15h
11/11/2019 - Segunda-Feira: 13:25h - 15:20h - 17:15h
12/11/2019 - Terça-Feira: 13:25h - 15:20h - 17:15h
13/11/2019 - Quarta-Feira: 13:25h - 15:20h - 17:15h

DOUTOR SONO (D) (DUBLADO) (DOCTOR SLEEP)

Classificação: 16 anos, Ano de Produção: 2019, Idioma: INGLÊS, Diretor: MIKE FLANAGAN, Duração: 02:31h, com EWAN MCGREGOR,  REBECCA FERGUSSON CLIFF CURTIS

SALA 1

07/11/2019 - Quinta-Feira: 15:00h - 19:00h - 22:00h
08/11/2019 - Sexta-Feira: 15:00h - 19:00h - 22:00h
09/11/2019 - Sábado: 15:00h - 19:00h - 22:00h
10/11/2019 - Domingo: 15:00h-19:00h - 22:00h
11/11/2019 - Segunda-Feira: 15:00h - 19:00h - 22:00h
12/11/2019 - Terça-Feira: 15:00h - 19:00h - 22:00h
13/11/2019 - Quarta-Feira: 15:00h-19:00h - 22:00h

DOUTOR SONO (L) (LEGENDADO) (DOCTOR SLEEP)

Classificação: 16 anos, Ano de Produção: 2019, Idioma: INGLÊS, Diretor: MIKE FLANAGAN, Duração: 02:31h, com EWAN MCGREGOR,  REBECCA FERGUSSON CLIFF CURTIS

SALA 5

07/11/2019 - Quinta-Feira: 21:55h
08/11/2019 - Sexta-Feira: 21:55h
09/11/2019 - Sábado: 21:55h
10/11/2019 - Domingo: 21:55h
11/11/2019 - Segunda-Feira: 21:55h
12/11/2019 - Terça-Feira: 21:55h
13/11/2019 - Quarta-Feira: 21:55h