AGENDA CULTURAL

4.2.17

Esses Consolaros dão trabalho

Gervásio Antônio Consolaro, novo Assessor Executivo da Secretaria Municipal da Fazenda, de Araçatuba
Hélio Consolaro*

Antes que os linguarudos de plantão digam alguma coisa, já vou me explicando porque o prefeito Dilador Borges nomeou um Consolaro em decreto publicado hoje (4/02/2017) para cargo de confiança.

Sempre que o assunto exigisse, eu escrevia em meus textos que tenho um irmão tucano, até o nariz dele é maior que o dos irmãos. Ele se chama Gervásio Antônio Consolaro, Gegê para os íntimos, pois meus pais castigaram no nome do segundo filho, minha mãe foi consultar a folhinha (calendário) que fornecia a relação dos santos da Igreja Católica. Apesar de tudo, um sujeito bom.

Fiscal de renda (concurso público), por décadas, serviu ao governo do PSDB do Estado de São Paulo por 12 anos em Araçatuba, num cargo técnico, mas de confiança, que é delegado tributário. Durante 07 anos, era ele no governo estadual (tucano) e eu no municipal, como secretário de Cultura (petista). Não houve problemas.

Agora, o mano se aposentou, o prefeito chamou-o para ser o Assessor Executivo da Secretaria Municipal da Fazenda, uma espécie de secretário adjunto.

Ele veio me comunicar a escolha de seu nome há algumas semanas, depois que saiu a sua aposentadoria no Estado. Dei-lhe a maior força e acrescentei: "Nós, Consolaros, somos competentes tanto na direita como na esquerda". E rimos muito. Afinal, se a gente não falar bem da gente nessas horas de descontração, quem falará?.  

Desejo sucesso ao mano e que o secretário Josué Cardoso de Lima e o prefeito Dilador não tenham arrependimento de ter um Consolaro na sua assessoria. Seu Luís e Dona Augusta educaram bem os meninos, quatro homens.

*Hélio Consolaro é professor, jornalista e escritor. Foi candidado a prefeito do PT em Araçatuba, 2016

_______________________________

Coluna Bastidores, jornal  O LIBERAL, 06/02/2017  


3 comentários:

Gabriel Araújo dos Santos disse...

Fiquei feliz com esta notícia, pois há muito me perguntava "onde andará o GERVÁSIO, aquele moço de índole tranquila, sempre nos encontrávamos para um bate papo...?" Agora, aparece, ainda carregado daquele jeito de quem não tem pressa, e tanto assim que deu tempo ao tempo, e agora tá aí, peça chave na administração municipal. Não sei se ainda se lembra de mim. Mas não tem importância, não. O que vale é que nunca o esqueci, e vai aqui meu saudoso e sincero abraço.

Adilson Hiratsuka disse...

Sempre imaginei que ele fosse da esquerda também...
Espero que dê tudo certo e desejo boa sorte para o Gegê rs

Hélio Consolaro disse...

Adilson, há quem diga que esse negócio de esquerda e direita esteja ultrapassado. Mas a gente ainda usa por falta de outro.