AGENDA CULTURAL

6.2.18

A Brahma será a cerveja dos quadrados?


Hélio Consolaro*

Estou vendo de rabo de olho e ouvindo com ouvidos moucos as propagandas da cerveja Skol da qual não sou consumidor.

Desce redondo, sai de seu quadrado, não seja quadrado. Até me lembrei do conceito de personagem redondo na teoria da narrativa.

Agora, ser redondo é ser tolerante, não querer que o mundo se encaixe no seu quadrado ou "ser uma metamorfose ambulante". Nada de preconceito. A Ambev transformou uma de suas marcas, com consumidores redondos, progressistas Então, a Skol é cerveja dos redondos.




Nem por isso desprezo a sacada inteligente. Nesse momento político de intolerância, de não aceitar o outro como é, fazer uma propaganda do produto aliada à compreensão, ao diálogo, da tolerância, contra a homofobia, por exemplo, é se por a serviço da inteligência, desprezando a burrice. 

- Paulo, me dê uma Skol, estou mudando, não repare não!

Só falta a Ambev transformar a Brahma na cerveja dos quadrados, ficar com os pés em duas canoas. Aí vou ser Bavaria! Parar de beber conceitos.

*Hélio Consolaro é professor, jornalista e escritor. 

Nenhum comentário: