AGENDA CULTURAL

1.4.21

Circo trágico retoma sua magia na solidariedade

Foto: Folha da Região


Circo Mundo Mágico, parado em Araçatuba por causa da pandemia 

Costumamos dizer em nosso cotidiano que cada um deve ficar no seu quadrado. Dividir a vida em quadrados não é legal, pois todos precisam se importar com a vida do outro, é uma forma de solidariedade. Todos juntos e misturados. Quando falamos de arte, a situação se complica mais, porque tudo é redondo.

O circo, um teatro popular, um coliseu de lona, é redondo, circulava pelas cidades nos tempos ermos, divertindo as pessoas isoladas nas vilas, povoados, que no máximo tinham apenas o rádio. O grande grito das crianças era "O circo chegou!", sinal de dias felizes. Terreno sobrava, nem precisava alugar algum.  

A alegria do circo / é ver o palhaço pegar fogo./ O fogo do circo é ver o palhaço pegar a alegria

Em Araçatuba, o circo "Mundo Mágico" chegou no dia 26/02/2021. Nome bem sugestivo, apenas a lona, equipamentos, a trupe, veículos, os funcionários. E não pôde dar espetáculos por causa da pandemia: nada de aglomeração. Não é tão mambembe, mas precisa de ajuda, vende maçã do amor, pipocas como se houvesse espetáculo. Está recebendo até cestas básicas da população.

As crianças estão com saudade de ver [...] o palhaço Sanhaço/ leva cada tombaço/ de quebrar o espinhaço. 

Não sei se sabia, caro leitor, o circo é um negócio, um meio de vida, seus artistas e  operadores precisam comer. Os gestores dormem em hotéis, o pessoal mediano em trailers. E os trabalhadores menos qualificados profissionalmente são contratados na própria cidade.  

O fogo  do circo / é ver o palhaço pegar alegria

Algumas pessoas de Araçatuba reclamaram: "Não havia hora melhor para chegar?". "Quando vão embora." A gente nem se lembra que circo não tem endereço, não chega e nem vai embora, ele mora na cidade em que está. 

Os circenses vão passar suas dificuldades junto com os araçatubenses. Mudar de cidade agora é arrumar mais prejuízos, porque a pandemia está em todos os lugares, por isso é "pan". Bacalhau e ovos de páscoa, nem pensar!

O "Circo Mágico" podia estar instalado em Birigui, por exemplo, então lá estaria morando. As crianças de circo vão se matriculando em escolas, conforme as paradas. Os sedentários, como este cronista que mora há quase 40 anos na mesma casa, nem imagina como deve ser nômade. 

A figura romântica do circo sempre mobiliza as almas mais sensíveis, como Sheila Zambon, Carlos Nova, Zilma, Escola Judá que encabeçam campanhas a favor da população circense, mas as nossas crianças vendo a situação de penúria do circo já estão mudando o nome dele, de mágico para trágico. 

O palhaço Sanhaço / não conhece o fracasso./ O palhaço Sanhaço/ parece feito de aço

É bonito ver Araçatuba e o circo se dando as mãos, até o palhaço está rindo com tanta solidariedade, cada um fora de seu quadrado, todos juntos e misturados.

OBSERVAÇÃO: versos do poeta Elias José.

LEIA NOTÍCIA SOBRE A SITUAÇÃO DO CIRCO 

Um comentário:

Maria zei disse...

Sempre gostei de Circo. Morava em cidades pequenas e era uma alegria quando ocirco chegava.