AGENDA CULTURAL

21.7.22

Ganhou dinheirão na loteria e se suicidou

Hélio Consolaro é professor, jornalista e escritor. Araçatuba-SP


 Só estou compartilhando esta notícia nesta página porque o fato é inusitado, revela a tragédia humana. Ganhar na loteria e praticar o suicídio. Não se trata de roteiro de filme e nem narrativa literária em que o autor queira chamar a atenção para sua história.

Morar num quartinho no fundo de um motel, sozinho, aposentado, e prestar pequenos serviços, além de seu único irmão estar internado em hospital em estado terminal, não é pouca desgraça.
A surpresa é ter mais de 50 mil reais no quarto, numa sacola, fruto de prêmio em loteria. Não teve como gastar o dinheiro, não tinha com quem gastar o dinheiro. Só lhe restou um corda e um cadafalso improvisado. E ele que achava que ganhar na loteria era solução de tudo.

Verdade, dinheiro não vale nada mesmo, nem traz felicidade se a pessoa não estiver motivada para viver.

2 comentários:

Anônimo disse...

" A SOLIDÃO É FERA.. A SOLIDÃO DEVORA, A SOLIDÃO DA NOITE.. A SOLIDÃO DA RUA.. A SOLIDÃO"..



Anônimo disse...

Pura verdd, amigo!
Não adianta ter dinheiro se não tem vontade de viver!