AGENDA CULTURAL

22.5.17

Tudo acontece em Castilho-SP

Foto de Castilho-SP - Wikipedia

Hélio Consolaro*
Conteúdo atualizado às 14h30

Numa roda de jornalistas de Araçatuba de conversas informais, fiz a pergunta sobre Castilho-SP: por que tudo acontece naquela cidade. E eles responderam:

- Lá o bicho pega!

Não tenho motivos para querer mal Castilho-SP, mas tal incidência de fatos ruins chama a atenção até do cidadão comum e se torna assunto de quem escreve sobre a singularidade.

O município  de Castilho-SP tem 20 mil habitantes, limítrofe de Andradina, ao qual já pertenceu antes de se emancipar. 

Castilho-SP fica às margens do Rio Paraná, já teve (ou ainda tem) boa receita por causa da hidrelétrica de Jupiá, talvez essa aura negativa em torno do nome da cidade sejam apenas ecos ouvidos a distância, distorcidos.


Google

Outro fato interessante. Os atos oficiais da Prefeitura de Castilho são publicados em jornal de Araçatuba, no mesmo em que a Prefeitura de Araçatuba publica os seus. Isso permite uma comparação visual, então se percebe que as publicações de Castilho com 20 mil habitantes são tão grandes em centimetragem como as de Araçatuba, o município sede da região, que tem 10 vezes mais habitantes. Será perversidade da lei?

Não estou falando de Nova Castilho-SP que é um município dez vezes menor, vizinho de Nova Luzitânia e Gastão Vidigal, com 1.125 habitantes. 


Google

Também a política de Castilho-SP é cheia de conflitos, ou, pelo menos, eles aparecem mais na imprensa araçatubense, superando qualquer município de mesmo porte. 

Ultimamente, Castilho aparece mais nas páginas policiais, como também tem acontecido acidente automobilístico com mais frequência com gente que mora naquela cidade. 

É apenas impressão minha? 

*Hélio Consolaro é professor, jornalista e escritor - Araçatuba-SP

2 comentários:

Marcelo MP disse...

Moro em Castilho há 6 anos e realmente aqui é diferente. O povo muito estranho e gistam muito de figura paterna que políticos representam à eles. São extremamente politizados de forma que as eleições parecem um campeonato de futebol e no restante a sociedade se comporta de forma submissa, tem memória fraca e não brigam por nada, se tem emprego ou não é sem importância e por ai vai... acontece cada absurdo por aqui que ninguém imagina. .. e olha que is jornalistas da cidade são comprados e totalmente submetidos ao desejo dos políticos.

Anônimo disse...

Cidade horrível, povo parece uma mistura de índio com vira lata. Não tem nada na cidade, comércio fraco, políticos roubam a vontade e o povo tem orgulho disso.