AGENDA CULTURAL

14.4.17

Morreu Percy Sampaio Camargo

Capa do documentário, veja-o abaixo
Quanta tristeza. Quanta tristeza. Quanta tristeza.

Foi só o que pude dizer há pouco quando soube da morte do querido Percy Sampaio Camargo [14/04/2017].


Uma pessoa magnífica, solidária, coerente e sensível, de quem só guardo boas recordações. 


Um batalhador pela igualdade entre os homens, foi perseguido pela ditadura, acusado de de ser "um perigoso assaltante e assassino de pais de família", com foto de "procura-se" em cartaz.



Cartaz publicado pela Ditadura Militar
Convivemos em Concepción, no Chile, onde se exilou com a família (esposa e três filhos) em 1969 e de onde precisou fugir em 1973 para um novo exílio na Holanda. Por 10 anos o obrigaram a viver fora do Brasil, retornando com a anistia.
Percy Sampaio em foto recente com Célia, sua esposa 
Em 2007, sua história foi contada em um curta: "Terrorista". Só encontrei o trailer que está em outra postagem no meu mural (texto de Maria Lúcia Sampaio)  

Foi professor da Unesp-Odonto de Araçatuba, candidato a prefeito de Araçatuba pelo PT em 1982.
Foto do casamento de Percy e Célia
Percy, onde estiver, receba o carinho dos amigos e militantes de Araçatuba.
BIOGRAFIA
1969 - Percy Sampaio Camargo, professor universitário de microbiologia da Unesp, é acusado de terrorismo. Repentinamente ele se vê obrigado a cair na clandestinidade. Aos 75 anos ele recorda aquele longínquo ano que convulsionou toda a sua vida. 

LEIA MAIS, CLICANDO AQUI
Percy Sampaio Camargo e Lula, seu grande líder
Percy não cometeu nenhum ato terrorista mas foi incriminado na época da ditadura de ser "um perigoso assaltante e assassino de pais de família". Exilado político no Chile e depois na Holanda, volta ao Brasil com a anistia em 1979. 

Percy não cometeu nenhum ato terrorista mas foi incriminado na época da ditadura de ser "um perigoso assaltante e assassino de pais de família". Exilado político no Chile e depois na Holanda, volta ao Brasil com a anistia em 1979. O filme é um diário falado, um documento sobre um homem que foi destinado a permanecer invisível mas que lutou a vida inteira - sacrificando afetos e bens materiais - por um ideal de democracia e de justiça social no Brasil e no Chile.

Nenhum comentário: